SupportLife

(53)3045-0897

Atendimento Comercial

contato@supportlife.com.br

Contato Comercial

Atendimento pré-hospitalar móvel

CURSO LIVRE DE CAPACITAÇÃO

Validade: 2 anos

Turmas Abertas

Nenhuma turma prevista. Contate-nos e registre seu interesse.

Curso conforme norma do Ministério da Saúde.

TEMA CONTEÚDOS HABILIDADES 1. Sistema de saúde e rede hierarquizada de assistência
Apresentação do sistema de saúde local e serviços relacionados com a saúde Conhecer a organização do
sistema de saúde local de acordo com a hierarquia dos serviços: rede básica, rede de urgência,
considerando as portas hospitalares e não hospitalares Serviço de atendimento pré-hospitalar (APH) móvel
Conhecer o funcionamento do serviço de APH móvel de sua cidade Apresentação da Portaria GM/MS nº
2048, de 5 de novembro de 2002 – Regulamento Técnico dos Sistemas Estaduais de Urgência e Emergência
Dominar os conceitos da Portaria e as competências do auxiliar de enfermagem e do técnico de enfermagem
no APH móvel Apresentação das rotinas, fluxos e protocolos do serviço, do sistema de saúde e das
estruturas de comunicação Estar habilitado para fluxos e rotinas operacionais do serviço: relação com os
serviços de saúde, comunicação através do sistema de rádio, uso de códigos, adoção de protocolos de
serviço. 2. Urgências clínicas no paciente adulto Sofrimento respiratório agudo. Reconhecer sinais de
disfunção respiratória na cena da ocorrência nas patologias mais prevalentes: crise asmática, DBPOC,
Infecções respiratórias, quadros de obstrução por corpo estranho, edema agudo de pulmão. Descrever ao
médico regulador os sinais observados nos pacientes em atendimento, Aferir sinais vitais: freqüência
cardíaca, respiratória, tensão arterial, temperatura, saturação, controle de glicemia Adotar medidas para
controle da disfunção respiratória grave, de acordo com as orientações do médico regulador Ser capaz de
iniciar medidas de reanimação de suporte básico, enquanto aguarda medicalização do atendimento. Manejar
os equipamentos de suporte ventilatório básico. Executar procedimentos de enfermagem, dentro dos limites
de sua função, de acordo com a prescrição médica à distância (quando equipe de suporte básico) ou na
presença do médico intervencionista Doenças circulatórias agudas Reconhecer sinais de doenças
circulatórios aguda: infarto agudo do miocárdio, angina instável, arritmias, AVC, quadros isquêmicos e edema
agudo de pulmão. Descrever ao médico regulador os sinais observados nos pacientes em atendimento
Adotar medidas para controle e tratamento inicial dos agravos circulatórios agudos, de acordo com as
orientações do médico regulador Estar habilitado para realização de monitorização cardíaca e
eletrocardiográfica Realizar manobras de reanimação cardiorespiratória básica, enquanto aguarda
medicalização do atendimento Conhecer todos equipamentos necessários para manejo de pacientes em
situações de urgência circulatória e saber manejá-los Doenças metabólicas Reconhecer sinais de agravos
metabólicos agudos tais como: diabete descompensado, coma hipoglicêmico, coma hiperosmolar e outros
Descrever ao médico regulador os sinais observados nos pacientes em atendimento Adotar medidas para
controle e tratamento inicial, dos agravos circulatórios agudos, de acordo com as orientações do médico
regulador na central ou da presença do médico intervencionista na cena da ocorrência Dominar técnicas de
aferição da glicemia, administração de medicamentos e infusões, dentro dos limites de sua função
Intoxicações exógenas Reconhecer sinais de intoxicação exógena na cena da ocorrência Descrever ao
médico regulador os sinais observados nos pacientes em atendimento Adotar medidas para controle e
tratamento inicial dos quadros de intoxicação exógena, de acordo com as orientações do médico regulador 3.
Urgências clínicas na criança Sofrimento respiratório agudo Reconhecer sinais de disfunção respiratória
quando na cena da ocorrência nas patologias mais prevalentes: mal asmático, obstrução por corpo estranho,
faringites, epiglotites e descrevê-los ao médico regulador na central de regulação Adotar medidas para
controle da disfunção respiratória grave, de acordo com as orientações do médico regulador Manejar os
equipamentos de suporte ventilatório básico. 4. Urgências traumáticas no paciente adulto e na criança
Atendimento inicial do traumatizado grave TRM TCE Trauma torácico Trauma abdominal Reconhecer sinais
de gravidade na vítima traumatizada grave: sinais de disfunção ventilatória, respiratória e circulatória.
Descrever ao médico regulador os sinais observados nos pacientes traumatizados em atendimento, através
da observação na cena dos acidentes Trauma de extremidades Choque e hemorragias Trauma de face
Queimaduras Quase afogamento Ser capaz de avaliar o traumatizado grave e prestar o atendimento inicial
nas medidas de suporte básico à vida Adotar medidas no manejo do trauma raquimedular, trauma
cranioencefálico, trauma torácico, trauma abdominal, trauma de extremidades, trauma em face, controle de
choques e hemorragias, trauma na gestante, queimaduras, Trauma na gestante Lesões por eletricidade
Acidentes com múltiplas vítimas Acidentes com produtos perigosos quase afogamento, lesões por
eletricidade, acidentes com múltiplas vítimas e acidentes com produtos perigosos. Reconhecer os riscos na
cena dos acidentes e transmiti-los à central de regulação, para que sejam ativados os demais serviços
necessários nas cenas das ocorrências.

154 horas (49 horas teóricas e 105 horas práticas)

Requisitos Gerais: maior de dezoito anos; disposição pessoal para a atividade; capacidade física e mental para a atividade; equilíbrio emocional e autocontrole; disposição para cumprir ações orientadas; disponibilidade para re-certificação periódica; experiência profissional prévia em serviço de saúde voltado ao atendimento de urgências e emergências; capacidade de trabalhar em equipe; disponibilidade para a capacitação discriminada no Capítulo VII, bem como para a re-certificação periódica. Profissionais Oriundos da Área da Saúde.